Como conseguir mais clientes? Parte 2 - Lemon

Vamos retomar a frase de Peter Drucker: “O propósito de um negócio é criar um cliente”.

Com essa frase nós abrimos a primeira parte desse post de Blog: Como conseguir mais clientes? Parte 1. E, realmente, nunca é demais ressaltar que se o seu produto ou serviço não atender a pelo menos uma necessidade de um perfil de pessoas (ou empresas), ele não tem razão de existir.
Nesse post da série Gestão Empresarial e o trabalho quando não estamos trabalhando, vamos continuar com as ideias de como conseguir mais clientes. Porém, como mencionei no post anterior, é fundamental que você saiba quem é o seu cliente antes de começar a colocar a mão na massa. Saber quem é o seu cliente aumenta, e muito, as suas chances de acerto e suas possibilidades de retorno. E, acredite, apesar de parecer óbvio que todo negócio deva conhecer seu cliente, muitos não tem a menor noção ou não se aprofundam no conhecimento dos seus clientes.
Os tópicos abordados no post anterior foram: contatos e networking, conteúdos, redes sociais e imprensa. Nessa segunda parte trabalharemos os temas: a importância do seu site, trazer visitantes para o seu site e anúncios.

Antes de mais nada, uma palavrinha sobre sites.

 

As dicas que estão no nosso blog são diretamente ligadas a estratégias de marketing digital, ou seja, estratégias que estão intimamente ligadas à internet. No coração de todas essas estratégias está o seu site.
Para você ter uma ideia, hoje mais de 95 milhões de brasileiros estão conectados na internet, seja por meio de computadores, tablets, smartphones. Isso significa que mais de 50% dos brasileiros estão conectados e esse número sobre para 88% em famílias com renda acima de 5 salários mínimos.
Avançando um pouquinho nessa análise, segundo uma pesquisa do Ibope de 2013, 57% dos usuários pesquisam em vários sites na internet antes de adquirir algum produto ou serviço. E normalmente essas pesquisa se originam no Google, com seus mais de 60 trilhões de páginas indexadas no mundo todo.
Isso significa que é imprescindível que a sua empresa possua uma atuação na internet. Isso já deixou de ser um diferencial há muito tempo e hoje é um ponto de partida. Ter um bom site, bem estruturado, bonito, de fácil navegação e fácil de ser encontrado são requisitos fundamentais para o sucesso da sua empresa. Se você não tem um site ou vem enfrentando problemas com um ou mais desses tópicos, fale conosco, nós podemos te ajudar.

 

1. Fique de olho no SEO – Search Engine Optimization

 

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, ou seja, otimização de motores de busca. O motor de busca mais popular e mais utilizado no Brasil (e no mundo) é o Google. Como eu mencionei anteriormente, boa parte das atividades que os usuários fazem na internet começam com uma pesquisa. Com tantos sites e tantos conteúdos disponíveis no ar, como o meu site vai ser encontrado?
Para isso nasceu o SEO, que são um conjunto de práticas que você pode fazer dentro e fora do seu site para que ele seja encontrado mais facilmente pelo seu público alvo, aumentando as chances de ele figurar nas primeiras posições quando alguém realiza uma busca no Google.
O SEO é uma disciplina complexa e com milhões de variáveis que mudam constantemente. Aqui vamos mostrar algumas dicas básicas que você pode fazer, mas se precisar de um olhar mais aprofundado para a sua página podemos te ajudar.

 

SEO dentro da página.

 

Para os motores de busca, conteúdo é rei. Não é a toa que no post anterior insistimos na importância de se produzir e disponibilizar conteúdos de qualidade para o seu público alvo, que sejam relevantes, que os ajudem a resolver problemas. Quando alguém faz uma busca no Google, o algoritmo traz os resultados da busca utilizando alguns critérios, e o critério número 1 é a qualidade do site e da página. Essa qualidade é medida pelo conteúdo, por sua relevância para a busca realizada e pela sua capacidade de atender ao que o usuário está buscando. Ou seja, a regra mais básica do SEO é: ofereça conteúdos de qualidade para o seu público.
Outro fator importante é atentar-se para as palavras-chave. Palavras-chave são palavras ou expressões que concentram o significado e o sentido do seu site para o seu público. Essas palavras-chave geralmente são as que o seu público utiliza para fazer uma busca. Por exemplo, se você tem uma loja de calçados é provável que a expressão “tênis de corrida” seja uma palavra-chave relevante para ser trabalhada. Ou então, se você tem uma loja de roupas, a expressão “tendências para a primavera e o verão em 2016” seja relevante. Você precisa identificar quais palavras-chave o seu público utiliza mais e utilizá-las nas suas peças de conteúdo, nos seus posts de blog, em redes sociais, em descrições de produtos, etc. Essas palavras-chave bem colocadas “facilitam o trabalho” do Google, aumentando as suas chances de aparecer em posições melhores na busca.
O terceiro fator é a usabilidade do seu site, isto é, o quão fácil é para o usuário navegar pelas suas páginas e encontrar o conteúdo que ele está procurando. Isso se reflete na disposição harmônica dos elementos no seu site, na organização das páginas, na linguagem adequada ao público, na disposição de palavras-chave, e assim por diante. Você pode realizar testes de usabilidade simples pedindo a conhecidos seus que naveguem pela sua página e pedindo o feedback e opinião deles.

 

SEO fora da página.

 

Sim, o que acontece fora do seu site também influencia a sua posição no ranking das buscas. O SEO fora da página é mais difícil de trabalhar pois você tem menos controle sobre o que acontece. Mas como isso acontece? O Google e outros motores de busca, na hora de medir a qualidade do seu site, também considera a relevância, qualidade e confiabilidade dos outros sites que possuem links para o seu site e também os sites para os quais o seu site tem links. Muito maluco, não? Mas sim, isso é levado em consideração pelo Google.
Sendo assim, uma boa forma de aumentar as suas chances de ser encontrado é aumentar os links de outros sites para o seu site, estratégia chamada de Link Building. Mas lembre-se, o Google considera a relevância do site que está linkando para o seu, então não tente sair criando links em todo e qualquer site que isso pode até te prejudicar.
Lembra da estratégia de influenciadores do post anterior? Então, se uma blogueira de moda famosa e com milhares de seguidores faz um post que um link para o seu site, com opiniões e avaliações, isso é muito bom em termos de SEO. Esse é um trabalho mais lento, que envolve entrar em contato um por um, mas eu te garanto que vale a pena.
Outro fator importante para o SEO fora da página é a sua atividade nas redes sociais. Os motores de busca também consideram o engajamento que a sua marca gera nas redes sociais como um fator relevante para a sua posição nas buscas.

 

Em suma: o conteúdo é rei. Desenvolver conteúdos relevantes para o seu público e trabalhar para que ele gere engajamento em redes sociais e amplificação junto a influenciadores é bem mais da metade do caminho andado para bons resultados de SEO. Não existe milagre. Existem outros fatores técnicos que podem  ter influência positiva no SEO que demandam uma consultoria especializada.

 

2. Peça para os seus clientes falarem de você

 

Nada gera mais confiança do que a opinião de uma pessoa que usou um produto ou serviço e deu o seu depoimento. Depoimentos de clientes e casos de uso são conteúdos de ouro para gerar confiança! Peça para os seus clientes relatarem as suas experiências (as positivas, de preferência) e coloque-as no site e nas suas redes sociais – o Facebook tem um recurso ótimo de avaliações. Ah! E importante falar, adivinha quem considera as avaliações como fator de qualidade? Sim, o Google (e outros motores de busca), e isso influencia no SEO.

 

3. Faça promoções e ofereça incentivos.

 

Quem não gosta de uma boa promoção? As promoções são excelentes meios de divulgar a sua marca e seus produtos e, ao mesmo tempo, gerar engajamento. A promoção estimula o seu público a interagir mais com a sua marca, estreitando a relação.
Outra dica interessante é usar os incentivos. Quem usa muito bem os incentivos é o Uber, serviço de transporte colaborativo. Quando você se cadastra no Uber você ganha um crédito de R$ 20,00 na sua primeira corrida. Depois, se você indicar alguém para usar o Uber, você e a pessoa indicada ganham mais R$ 20,00 de crédito! Isso é uma forma muito eficiente e viral de ganhar mais clientes, muito utilizada por empresas de tecnologia e startups.

 

4. Considere fazer patrocínios.

 

O patrocínio é uma forma de associar a sua marca a alguma instituição ou evento. Apesar de ser uma prática de marketing de mensuração complexa, ela é muito boa para aumentar a conscientização das pessoas sobre a sua marca e o seu produto. É fundamental que você patrocine instituições ou eventos que tenham relevância para o seu público-alvo e que estejam alinhadas com os valores da sua marca. Por exemplo, se você vende roupas infantis, faz muito sentido você patrocinar um evento de piquenique em uma pracinha perto da sua loja, pois as pessoas que vão frequentar o evento são as mesmas que poderiam comprar na sua loja. Seguido essa lógica, não faria sentido essa loja patrocinar um evento de máquinas agrícolas, entende? Se quiser saber mais sobre patrocínio, veja esse artigo no nosso blog sobre patrocínios no esporte.

 

5. Faça ou participe de eventos!

 

Eventos geram um engajamento incrível do seu público com a sua marca, pois agrupam o seu público-alvo em um lugar específico para tratar de assuntos que envolvem o seu negócio e são relevantes para eles. Uma atividade interessante que as academias podem fazer é o “aulão ao ar livre” em um parque ou praça: ela aumenta a visibilidade da marca e favorece que as pessoas conheçam o serviço aumentando as chances de conseguir novos clientes.
Assim como todas as ações de marketing, é necessário ter me mente qual é o objetivo do evento. Você pode ter objetivos bem diretos como vender mais produtos, ou outros mais subjetivos como aumentar a visibilidade da marca, disseminar conceitos e ideias (evangelizar), etc.

 

6. Faça anúncios online.

 

A boa a velha publicidade… hoje, mais do que em qualquer outra época da história, a publicidade é uma ótima ferramenta para conseguir mais clientes. Se antes anunciar era algo caro e com difícil mensuração de resultados, hoje, com a publicidade online, isso fica bem mais acessível e eficiente. Com orçamentos muito baixos já é possível colher resultados incríveis e muito bem mensurados. E por orçamento baixo, quero dizer que com R$ 300,00 já dá para fazer um bom resultado.

 

Anuncie no Google

 

O Google Adwords, serviço de publicidade do Google, é uma excelente plataforma para anúncios digitais. Você coloca os seus anúncios no ar em formato de texto, que aparecem nos resultados das buscas ou em formato de banners espalhados em sites pela internet. Você paga pelo click e consegue ter o controle completo do seu orçamento e mensurar os seus resultados.

 

Anuncie no Facebook

 

Dentro do Facebook você pode fazer vários tipos de comunicação, desde os tradicionais anúncios até impulsionar posts específicos. Você pode conseguir resultados interessantes com orçamentos a partir de R$ 3,00 por dia, alcançando um número enorme de pessoas.

 

Anuncie em outras redes sociais

 

Twitter, Instagram, Pinterest, todas as redes sociais possuem uma forma de publicidade. Como dissemos no post anterior, selecione as redes sociais que possuem mais relevância  para o seu público alvo, de acordo com o produto ou serviço que você trabalha.

 

Anuncie “no mundo real”

 

Apesar de ser mais cara e mais difusa, a publicidade off-line ainda pode ser um bom caminho para pequenas e médias empresas. Procure por canais de publicidade mais baratos como traseiras de ônibus, jornais de circulação local, circuitos internos de TV, etc.

 

É sempre bom lembrar que fazer um planejamento baseado em objetivos aumenta muito as chances de sucesso das ações de marketing. Se você precisar de um planejamento de marketing mais detalhado para colocar usas campanhas de publicidade no ar, sejam elas online ou off-line, conheça a nossa consultoria Lemon Express de Marketing, desenvolvida especialmente par pequenas e médias empresas, com preços acessíveis e metodologias ágeis.

 

Lemon Express - Consultorias Ágeis e Acessíveis - Planos a partir de R$ 499 / mês

 

7. Utilize Email-marketing.

 

O email ainda é uma das principais formas de comunicação digital. E, lembre-se, o conteúdo é rei. Quando falamos de email-marketing não estamos nos referindo àqueles e-mails invasivos, os famigerados Spams. Se você produz conteúdos relevantes e de qualidade para o seu público, as pessoas vão querer receber os seus e-mails, suas ofertas de produtos, seus artigos, etc.
Além disso, o email-marketing é uma ferramenta muito acessível a qualquer empresa. Serviços como o Mailchimp, possuem um plano gratuito em que você pode ter até 5.000 inscritos na sua lista de email sem precisar pagar.

 

BÔNUS: Continue conhecendo os seus clientes

 

Dissemos no começo desse post, e do anterior, que conhecer bem o seu cliente é fundamental. E vamos continuar falando isso. Interaja sempre e constantemente com os seus clientes, por todos os canais que você tem contato. Converse com eles nas redes sociais, registre todas as reclamações no seus serviços de atendimento, converse com os seus vendedores, enfim, faça de tudo para escutar seu cliente. Você pode também fazer uma pesquisa com os seus clientes atuais e seus potenciais clientes e conseguir ainda mais informações. Existem várias ferramentas com planos gratuitos para você fazer suas pesquisas, como o Surveymonkey, por exemplo.
Todas essas informações colhidas com os seus clientes são materiais para a construção de novos produtos e conteúdos para você conseguir conquistar mais clientes.

 

Gostou das nossas dicas de como conseguir mais clientes? Tem alguma que você usa que ficou de fora? Deixe o seu comentário abaixo. E não perca os posts da série Gestão Empresarial e o Trabalho quando não estamos trabalhando.

Sumário do Artigo
Como conseguir mais clientes? Parte 2
Nome do Artigo
Como conseguir mais clientes? Parte 2
Descrição
Uma das atividades mais importantes para manter o negócio vivo e garantir o seu crescimento é aumentar as vendas. Por isso, conseguir mais clientes é uma preocupação em 10 em cada 10 empresários e gestores. Nessa segunda parte do post como conseguir mais clientes trazemos algumas ideias relacionadas a sites, SEO, patrocínios, eventos, anúncios e email-marketing.
Autor
Empresa
Lemon 360
Logo
The following two tabs change content below.
Guilherme Oliveira
Co-founder e Marketing leader na Lemon 360, pai, amante da natureza e apaixonado por caffè espresso.

Lemon Express

×

Lemon Express

×

Lemon Express

×

Lemon Express

×
JUNTE-SE A MAIS DE 10.000 PESSOAS QUE RECEBEM NOSSOS INSIGHTS DE TECNOLOGIA E INTELIGÊNCIA!

JUNTE-SE A MAIS DE 10.000 PESSOAS QUE RECEBEM NOSSOS INSIGHTS DE TECNOLOGIA E INTELIGÊNCIA!

Assine a Newsletter da Lemon e receba dicas de Gestão, Estratégia, Finanças, Marketing e Gestão de Projetos direto no seu email. 

Legal!!! Obrigado por ter feito a sua inscrição. Você vai receber um email de confirmação. Aí é só seguir os passos e começar a receber as suas dicas de #NegóciosInteligentes

Share This